Parceria entre MVV, FIEA e Prefeitura de Craíbas garante Indústria do Conhecimento no município


Um novo molde será inaugurado no Agreste alagoano, com foco em Educação, inovação e qualificação profissional


Autor: Breno Airan / Ascom MVV


A região do Agreste alagoano vive um novo tempo. Um modelo pioneiro da Indústria do Conhecimento será instalado em breve na cidade de Craíbas.


A Mineração Vale Verde (MVV), a Prefeitura de Craíbas e a Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (FIEA) — juntamente com o Serviço Social da Indústria (SESI) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) — estão trazendo para a região mais um espaço de aprendizado e fomento socioeconômico local.


Esta será uma Indústria do Conhecimento com novo molde, inédito no Brasil. Será um espaço inovador com consultoria para a qualificação dos profissionais da Educação de Craíbas e oferta de cursos de capacitação profissional voltados para o empreendedorismo.


Estiveram presentes na assinatura do termo de intenções para a construção da Indústria do Conhecimento, nesta quinta-feira (19), o gerente geral de Operação da MVV, Tony Lima; a gerente do Administrativo e Recursos Humanos da MVV, Dione Queiroz; o coordenador de Comunicação e Relações com Comunidades e Institucionais, Mário Lima; o prefeito de Craíbas, Teófilo Pereira, juntamente da Secretária Municipal de Educação de Craíbas, Andrea Madeiro; a deputada estadual Jó Pereira; o presidente do FIEA, José Carlos Lyra; a diretora de Educação e Tecnologia do SESI/SENAI Alagoas, Cristina Suruagy Nogueira; e a gerente da Unidade Integrada SESI/SENAI Arapiraca, Thiana Cysneiros.


De início, o gerente geral de Operação da MVV fez uma breve apresentação sobre a Mina Serrote, que está em Operação no Agreste, enfatizando os projetos sociais que a empresa realiza na localidade, como o Projeto Empreendedorismo Feminino, o Programa Guardiões da Caatinga, o Projeto de Avicultura e o Programa Aprendiz Operacional.


A respeito deste último, dois jovens craibenses que participaram do Aprendiz Operacional, João Paulo e Lina Souza, deram preciosos depoimentos sobre o quanto a Educação profissionalizante é edificadora em locais onde não há muitas oportunidades. Foi o caso da MVV e do Sesi/Senai, que em parceria promoveram essa oportunidade para esses jovens aprenderem a partir do zero a função que hoje exercem na MVV: a de Operadores de Planta.


Ao todo, foram 41 pessoas da região acolhidas pela MVV, por meio desse Programa, que os qualificou profissionalmente.


Agora, com a nova Indústria do Conhecimento — o primeiro do Brasil nesses moldes, com um espaço de consultoria para a qualificação dos profissionais da Educação de Craíbas e oferta de cursos de capacitação voltados para o empreendedorismo — mais e mais jovens da região poderão ter a oportunidade de se profissionalizar e se preparar melhor para o mercado de trabalho como um todo.


“Estamos muito felizes nesse lançamento do projeto da nova Indústria do Conhecimento. Ele consiste em uma estrutura com um terreno cedido pela Prefeitura de Craíbas, em que a Indústria será construída pelo SESI/SENAI tendo facilitação e operação pela MVV. Sabíamos que essa parceria iria render frutos! Esse é um momento de celebração, com a assinatura do termo de intenções para o início dessas obras”, pontua o gerente da MVV, Tony Lima.


Para o presidente do FIEA, com essa pioneira Indústria do Conhecimento, haverá uma melhora muito grande no nível de educação e possibilidade de desenvolvimento profissional para os moradores da região.


“O trabalho que a MVV está fazendo vem para melhorar o índice de Educação do povo de Craíbas. Esse convênio é para isso! Essa Indústria do Conhecimento será diferente das nossas anteriores: terá um espaço para os alunos aprenderem a fazer pautas relacionadas à profissão. Enfim, será uma escola diferente daquela Indústria do Conhecimento anterior, que era apenas com leitura e informática. Essa agora é um novo modelo, com um aspecto mais técnico, dando formação para os alunos que passarem por lá. Estão de parabéns a MVV e a Prefeitura de Craíbas!”, pontua José Carlos Lyra.


Em breve, com o apoio da Secretaria Municipal de Educação de Craíbas, será definido o terreno pela Prefeitura.


“Nós estamos hoje aqui em uma indústria de minérios. E estamos dando o pontapé na Indústria do Conhecimento! Isso é muito significativo e muito importante para todos nós aqui de Craíbas! Essa é a indústria do saber, da profissionalização, do preparo para o mercado”, conclui o prefeito de Craíbas, Teófilo Pereira.


Em visita ao empreendimento, Jó Pereira pontuou sua felicidade por conta dessa iniciativa. “Hoje é um dia de muita alegria, por testemunhar uma parceria que está acontecendo entre o município de Craíbas, o Sistema S e a Mineração Vale Verde. Todos esses parceiros constroem, conjuntamente, um legado não só feito de concreto, mas de conhecimento para as futuras gerações do município de Craíbas e toda a região”, finaliza a deputada estadual.


Os presentes ainda realizaram uma visita à planta de beneficiamento. A MVV, neste segundo semestre de 2021, iniciou a Operação em Craíbas se tornando a primeira empresa de metais básicos de Alagoas, com produção de 50 mil toneladas de cobre por ano, gerando mais e mais riquezas para a região, em paralelo ao aspecto social e de sustentabilidade.


SOBRE A APPIAN BRAZIL


O Grupo Appian Capital Brazil é a plataforma no país da Appian Capital Advisory, que é um fundo de investimento privado — Private Equity —, com sede em Londres, e com atuação exclusiva nos setores de mineração e metalurgia.


No Brasil, a Appian se estabeleceu em 2018 com a aquisição de dois ativos, a Atlantic Nickel — operação de níquel sulfetado no sul da Bahia — e a MVV.


Atualmente, a Appian Capital Brazil já estuda a expansão no país com a aquisição de novos ativos. A Appian e todas as suas empresas possuem o compromisso com as melhores práticas ESG, incluindo a conformidade com os Princípios do Equador e os Padrões de Desempenho da IFC sobre Sustentabilidade Social.