HE do Agreste suspende visitas para evitar risco de contaminação




Hospital registra 92% da taxa de ocupação de leitos / Fotos: Aline Silva


Autor: Davi Salsa / Ascom HE


A gerência do Hospital de Emergência do Agreste, em Arapiraca, suspendeu as visitas presenciais a pacientes, a partir desta segunda-feira (8).


A medida tem como propósito aumentar a segurança dos profissionais de saúde, servidores, pacientes e visitantes para evitar o risco de contaminação da Covid-19.


De acordo com a gerente-geral Bárbara Albuquerque, a suspensão das visitas é por tempo indeterminado e visa diminuir a quantidade de pessoas circulando dentro do hospital.


Neste fim de semana, a taxa de ocupação de leitos para tratamento de pacientes com Covid-19 chegou a 92%.


Dos 77 leitos disponíveis, 71 estão ocupados.


Na UTI, dos 27 leitos, 26 pacientes recebem assistência médica especializada, enquanto na enfermaria, dos 50 leitos disponíveis, 43 estão ocupados, bem como dois pacientes no setor de pediatria.


Traumas

Além de acolher pacientes com Covid-19, o HE do Agreste também é referência no atendimento a vítimas de traumas.


Neste fim de semana, o hospital registrou o atendimento a 292 pessoas de sexta-feira (5) até a noite deste domingo (7).


Vinculado à Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), o maior hospital público do interior de Alagoas prestou assistência médica especializada a 34 pessoas que sofreram queda da própria altura e 76 pacientes com ferimentos e traumas provocados por conta de acidentes no trânsito, sendo 72 vítimas de quedas e colisões de motos.


O HE do Agreste também recebeu três vítimas de agressão física; um paciente devido agressão com arma de fogo e duas pessoas por conta de ferimentos provocados por agressão com arma branca (faca/facão).


Treze pessoas foram atendidas com corpo estranho no olho e oito pacientes com picadas de escorpiões, entre outros casos de menor gravidade.


Ainda foram atendidas 12 pessoas com problemas respiratórios graves.


Dos 292 pacientes atendidos de sexta-feira (5) até a noite deste domingo (7), 251 pessoas receberam alta hospitalar, foram registrados dois óbitos e 39 pacientes ficaram internados e em observação médica.